[FP]Margaery Woolridge

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP]Margaery Woolridge

Mensagem por Margaery Woolridge em Sex Set 12, 2014 5:29 pm



Margaery Woolridge

17 anos
feminino
Bruxas
STUPRUM
O pai certamente não sabia lidar com isso, com o fato de saber que a filha ser uma bruxa. Okay, ele era um feiticeiro, na adolescência uma bom feiticeiro, mas esses tempos ficaram em seu passado, hoje é um homem, adulto, advogado formado em direito, mas possui uma vida um tanto confusa. Foi mais confusa ainda quando a mãe da garota o abandonou e ele teve de começar a vida novamente, apenas ele e a pequena Margaery, que na época nem sinal de dentes tinha em sua boca banguela. Com apenas dois meses de vida Margaery vivia sem sua mãe biológica, não foi muito difícil para a sua avó, uma mulher doce e bondosa, arrumar uma boa ama de leite para a criança. A avó não era uma bruxa, e esperava que a neta não fosse também, apesar de que no fundo, no fundo, ela sabia que a neta mais cedo ou mais tarde iria revelar os seus dons. Mas ela negava para si mesma, desde quando recebera aquela pequena criança de pele tão branca e ao toque tão fria, sabia que devia protegê-la, devia educá-la e lhe dar amor, devia ser a mãe que ela nunca teria por causa de um terrível abandono. E como uma boa mãe não deixaria que nada machucasse a sua cria.


Durante a infância Margaery ela teve pouco contato com outras bruxas, mas teve o suficiente. Sempre se achou especial, e sempre se achou o máximo por isso, sempre se achou melhor que o resto da raça humana que não tinha dons como os dela. Desde pequena foi ensinada pela bisavó e por algumas amigas da mesma que devia ser discreta em relação a dons, tinha que ser esperta e que tinha que se tornar um verdadeiro camaleão, que devia ser adaptar a diferentes situações se quisesse sobreviver no mundo em que vivia. Ela achava as mulheres tão admiráveis, e apesar de serem velhas e muitas delas até mesmo consideravelmente feias,a pequena Marg as achava as melhores pessoas desse mundo. As férias de Margaery eram cheias de diversão e alegrias para ela, era onde ela estudava sobre magia e aprendia o necessário para ser uma boa bruxa, era onde ela se sentia mais que especial, se sentia completamente única. E realmente era.


Margaery sempre levava os conselhos das velhas bruxas na cabeça, e mantinha toda aquela sabedoria decorada em sua cabeça, e por isso talvez fosse sempre era adorada por onde passava. Era adorada pelas pessoas boas e pelas ruins, era adorada pelas amáveis e pelas odiáveis, era amada pelas crianças e pelos velhos, como não gostar dela? Sempre se mostrava tão confiável, tão amiga, tão íntima e legal. Margaery conseguia agradar todo tipo de gente, e isso sempre lhe rendeu coisas, desde presentes bastante caros a favores que geralmente costumam recusar. Margaery era inteligente, e sabia usar as situações e o seu dom ao seu favor. A bisavó já sabia. Já sabia do dom da sua neta. E como não? Ela reconhecia os dons de bruxas e feiticeiros de longe, ainda mais um que deixava tão na cara. A grande beleza de Margaery, os seus olhos hipnotizantes e sedutores, era possível notar também em sua voz baixa e sedutora, e até mesmo no toque da menina se notava o seu poder de sedução fora do normal.


Margaery começou a se tornar perigosa na adolescência, com apenas treze anos já tinha o seu dom descoberto e já fazia bom uso dele. Sua avó fazia o possível para controlá-la, mas era difícil, já que sua bisavó fazia exatamente o contrário. Apoiava a bisneta a conseguir tudo o que queria com a sua beleza e o seu incrível dom, e achava que a garota ia realmente para frente. Com certeza ia. Margaery era perfeitamente esperta e inteligente, sabia como e quando agir contra os seus inimigos, apesar de serem poucos, cada um deles foi eliminado de seu caminho pouco a pouco.  E ela nunca irá parar. Mas afinal, por que parar? É tão engraçado e bom de fazer com que as pessoas se tornem membros de seu joguinho mental, é tão bom ver todos sendo enganados de um jeito ou de outro. Margaery não pode ser julgada como uma pessoa ruim, ela é boa, boa para os bons, e com os ruins nem é assim tão má... Apenas é justa. A sua bisavó pensava que como Margaery crescia o seu dom também precisava crescer, e foi pensando nisso que arrumou um lugar para a amada bisneta na Academia Robichaux. E foi pra lá que Margaery foi com apenas quinze anos, focada em treinar para ser os seus poderes crescerem.
margaery
norte-americana
mp ou skype.

Margaery Woolridge

Mensagens : 9
Data de inscrição : 11/09/2014

Ficha do personagem
Cargo: Stuprum
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP]Margaery Woolridge

Mensagem por Delphine Marie Delacourt em Sex Set 12, 2014 5:42 pm

FICHA ACEITA
Bem vinda ao fórum, Margaery! Espero que use sabiamente seu poder e se divirta no fórum, obviamente, sempre respeitando as regras.

Att, Staff.

_________________

be careful making wishes in the dark, can't be sure when they have hit their mark
@maay - TPO

Delphine Marie Delacourt
Kitsune
Kitsune

Mensagens : 54
Data de inscrição : 09/07/2014

Ficha do personagem
Cargo: Projeção Astral
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum