[FP] Cassie L. P. Beauchamp

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Cassie L. P. Beauchamp

Mensagem por Cassie P. Beauchamp em Qui Out 02, 2014 12:42 am



Cassandra Louise Peverell Beauchamp

15 anos
Feminino
Bruxas (Witches)
STUPRUM
Oi. Meu nome é Cassandra. Eu sei que é um nome estranho, mas veja bem minha mãe é meio excêntrica. Porem pode me chamar de Cassie. Em fim, estou escrevendo neste diário porque uma amiga me aconselhou, tem sido difícil enfrentar tudo isso. Derrepente estou numa casa estranha, longe de Paris e das minhas amigas. Quer dizer, a duas semanas eu estava na Gucci comprando alguns vestidos ou comprando livros para completar minha biblioteca particular e agora sou uma bruxa... Eu sei que isso tudo parece confuso, mas vou explicar:

Eu nasci no sul da França, morava com meus pais em uma linda fazenda com pôneis e todo o tipo de animaizinhos que uma garotinha amaria ter. Minha mãe me levava pra cavalgar e colher flores. Meu pai adorava me treinar para ser a nova “Beethoven”, só que sem a parte de ser surda. Tínhamos uma vida feliz, ou pelo menos eu pensava assim. Quando eu tinha oito anos minha mãe arrumou as malas, me pegou no quarto e nós pegamos um trem para Paris, fomos morar com a vovó Louise. Papai me visitou no mês seguinte, no outro e assim por diante. Só depois de três anos eu entendi que o adultério acaba com casamentos, mas é sempre mais doloroso quando sua melhor amiga faz parte disso. Devo admitir que admiro minha mãe, ela não se abalou, não a vi derramar uma lagrima, nunca.

Eu já havia me acostumado a viver com pais separados. Minha mãe me levava ao shopping, a lindas lojas e sorveterias, fazíamos caminhadas juntas e balé às terças e quintas. Meu pai sempre tinha os melhores ingressos para os jogos de futebol, tinha ótimas piadas e adorava me levar pra cavalgar. As férias eu passava com ele e o ano letivo com minha mãe. Eu gostava dessa vida. Quer dizer, é obvio que eu os queria juntos, mas separados eles pareciam mais felizes e isso bastava para mim.

Mais ou menos quando eu tinha catorze anos às coisas começaram a mudar. No verão passado fui passar as férias com meu pai e a mais nova “ficante” dele na praia. Ele odeia que a chame de “ficante”, mas não interessa se eles estão juntos há seis anos ou mil. Ela nunca vai superar minha mãe. Ela podia pelo menos cobrir aquela bunda cheia de celulite e parar de exibir como um troféu aqueles peitos siliconados que parecem duas pedras redondas. Nós duas tivemos uma discussão, eu apontei uma faca para ela, eu nunca a atacaria era uma brincadeira, mas ela levou a sério, arrancou a faca de minha mão e disse que eu era louca como minha mãe. “Uma vadia louca e chifruda. Tão feia que não é surpresa o Jaen tenha procurado algo melhor...” Raiva. Muita raiva. Tanta raiva que eu poderia esfaqueá-la. “Cale a boca!” Gritei e ela se calou prontamente. “Agora me entregue a faca e fique quieta.” Mais uma vez ela obedeceu, me entregou a faca e não mexeu um músculo, nem um nervinho se quer. Eu sentia tanta raiva que não achei isso estranho. Alguns segundos antes que eu enfiasse a faca de cortar legumes na barriga caída daquela vaca meu pai pegou a faca. Infelizmente ele havia presenciado tudo, ou quase tudo. Aposto que a parte que minha mãe é ofendida ele não escutou. O resto é meio obvio, ele me mandou pro meu quarto e em menos de meia hora um taxi me levou pro aeroporto, mas eu não peguei o voo pra Paris, fui para os E.U.A, ele simplesmente me colocou no avião e disse “Quando chegar lá ligue. Suas coisas chegam na terça. Vou ligar para sua mãe mocinha”. Okay, não foi bem assim, mas esta foi a sensação. Estava tão perplexa que nem retruquei. Cheguei aos Estados Unidos e um carro me levou a Academia. Agora eu entendo porque ele me mandou para este lugar. Minha mãe ligou ontem, ela tem me ligado todos os dias pedindo desculpas e falando que logo estarei em casa. Eu acho que prefiro aprender a me controlar e depois voltar, afinal não quero ser presa por homicídio ou algo assim, mas meu coração dói, este lugar é horrível. Queria estar em casa...

Obs.: Se tiver muitos erros de concordância desculpa, é que tá tarde o.o
Cassie
Francesa
MP

Cassie P. Beauchamp
Kitsune
Kitsune

Mensagens : 29
Data de inscrição : 01/10/2014

Ficha do personagem
Cargo: Músicos
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Cassie L. P. Beauchamp

Mensagem por Christopher J. Eberhardt em Qui Out 02, 2014 9:29 am

Ficha APROVADA
Parabéns e seja bem-vinda ao The Coven. Encontrei alguns erros gramaticais, mas a trama está dentro dos padrões,  logo é passável. Sua matrícula foi aceita na Robichaux e seu quarto será o de número 9 e sua colega de quarto será definida em breve. Espero que se divirta e tenha um bom jogo no fórum,  sempre visando as regras.

_________________

I'm the balance of two worlds.

 
 
 


Christopher J. Eberhardt
Phoenix
Phoenix

Mensagens : 226
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 91

Ficha do personagem
Cargo: Médico
Inventário:

http://newgeneration-tw.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum