Elena Meinhart

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Elena Meinhart

Mensagem por Elena Kirsch Meinhart em Qua Out 01, 2014 3:35 pm



Elena Morgana Kirsch Meinhart

17 anos
feminino
humanos
Poderes: Desconhecidos
Comecemos do básico: Elena, nascida em fevereiro de mil novecentos e noventa e sete na Flórida, Miami. Filha de Vaughan Meinhart – um cirurgião plástico descendente de nazistas – e Fay Kirsch – nada mais do que uma herdeira americana –, tem como irmão mais velho Johann, apenas um ano separa os irmãos na idade. Elena desde pequena mostrava sua personalidade extremista: ao mesmo tempo que era fácil, também era difícil de lidar. Apesar de sempre ter tido do melhor ela não era mimada e não gostava que a comparassem a pessoas fúteis. Elena sempre foi determinada, gostava de conquistar as coisas pelo próprio esforço, porém nunca realmente precisou se esforçar para conseguir o que queria. Sua capacidade de persuadir impressiona. Pode ser considerada calculista, um tanto irresponsável, mas não poderia ser classificada como rebelde, apenas não se importa com a opinião dos outros. Sempre mostrou grande interesse em esportes radicais, gostava da adrenalina correndo forte no sangue. Era do tipo que fazia parkour entre os sofás da grande casa onde morava quando pequena, aprendeu a surfar ainda quando criança, alimentou paixão por skateboard, pulou de paraquedas a primeira vez com dez anos a contragosto dos pais; ela simplesmente faz o que quer fazer. Cresceu à sombra do irmão mais velho, por quem Elena daria a vida para proteger e vice-versa. São muito ligados, principalmente por conta da pouca diferença de idade entre eles. Aos dez anos Elena recebeu a notícia que teria que se mudar para New Orleans, e isso a deixou um tanto triste. A garota simplesmente adorava a Flórida, mar, sol, praia, sua casa, seus amigos, enfim, toda sua vida que tinha sido construída ali. Teve que aprender muito cedo a desapegar das pessoas que amava, descobrindo então que deveria ser um espírito livre e sempre pronto para voar. Nada é eternizado. Demorou um tanto a se acostumar com a nova vida em New Orleans, não era das melhores em fazer amizades e achava o povo da cidade um tanto estranho. Isso mudou quando ela completou treze anos e conheceu duas das que seriam suas melhores amiga, Maya Montgomery e Aubrey Sargent, desenvolvendo por elas um afeto imediato. As três são diferentes e iguais ao mesmo tempo, completam-se de uma forma singular, e em pouco tempo tornaram-se inseparáveis. Nesta mesma época, Elena, dona de uma curiosidade impressionante, sempre interessada em saber mais sobre tudo o que a cerca, descobriu o passado obscuro que cercava, principalmente, seu pai. Vaughan é neto de um participante ativo de uma Alemanha nazista, seu avô participou ativamente da morte de diversos judeus e negros naquela época, e isso acabou influenciando o pai de Vaughan, consecutivamente o próprio menino. Sempre em busca da perfeição, Vaughan se tornou um cirurgião plástico renomado, procurado principalmente por seus erros quase mínimos. Mas o que ele escondia e Elena descobriu foi que o homem usava meios ilegais para conseguir a perfeição que tanto buscava. Em uma noite ainda na Flórida, a garota estava voltando de uma de suas aulas de desenho e se deparou com seu pai e uma mulher negra conversando; foi a cor da mulher que chamou atenção da garota para a conversa já que seu pai odiava pessoas “de cor”. Eles trocavam ofensas ao mesmo tempo que pareciam se entender até demais e, no minuto seguinte, os dois dispararam para algum lugar dentro de um dos carros de Vaughan. A vontade de segui-los era grande, mas Elena não tinha nenhuma condição de fazer, apenas deixou isso passar. Quando teve a oportunidade de questionar o pai, foi surpreendida pela rispidez e grosseria do homem, ferindo a garota com palavras tão duras que Elena nunca esqueceria. Foi aí que Vaughan perdeu qualquer respeito que Elena alimentava por ele. O pai, para ela, era apenas um homem qualquer que pagava suas contas e dormia com sua mãe. As regras mudaram depois daquele dia, Vaughan se tornou cada vez mais psicótico, ríspido e amargo, além de ter uma bipolaridade que não condizia com sua idade. Ao mesmo tempo que estava tudo bem, Vaughan mandava todos para o inferno. Fay nada podia fazer, sempre fora extremamente omissa e obedecia cegamente ao marido, o que deixava Elena um tanto decepcionada. Ela não se espelhava na mãe, odiava a forma com que Fay era tratada e como a mulher não se importava com isso. Elena iria ser diferente.
Os anos se passaram, Elena foi se tornando mulher assim como Maya e Aubrey. Aubrey, dois anos mais velha, entrou para a faculdade, mas isso não influenciou na amizade com as meninas. A maior surpresa foi quando Johann anunciou que estava namorando Maya, algo que Elena sempre apoiou e até mesmo influenciou esse acontecimento. O que ninguém esperava era o desaparecimento de Johann alguns meses depois. Aquela manhã de domingo ela nunca iria esquecer. Elena estava na casa de Maya, elas estavam se divertindo ali com Aubrey, uma tarde só com as garotas. Repentinamente o telefone tocou, Vaughan dizia friamente que Johann havia desaparecido. O desespero fez-se presente, não sabia quem estava pior das três. Elena havia perdido uma parte de si. Desde então a garota não media mais esforços para encontrar o irmão, com a sempre presente ajuda das amigas. Tudo vão. Sua vida em casa era simplesmente infernal depois do desaparecimento do rapaz, Elena passava mais tempo na rua, na casa das amigas do que na própria casa. Mas ela não perdia a esperança de reencontra-lo, sentia que Johann estava vivo em algum lugar e faria do impossível possível para abraçar novamente seu irmão.
Elena
Americana
Emipê

Elena Kirsch Meinhart

Mensagens : 13
Data de inscrição : 30/09/2014

Ficha do personagem
Cargo:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Elena Meinhart

Mensagem por Delphine Marie Delacourt em Sab Out 04, 2014 5:16 pm

FICHA APROVADA
Parabéns, Elena. Sua ficha foi aprovada para o grupo Humanos. Espero que se divirta, sempre seguindo as regras.

_________________

be careful making wishes in the dark, can't be sure when they have hit their mark
@maay - TPO

Delphine Marie Delacourt
Kitsune
Kitsune

Mensagens : 54
Data de inscrição : 09/07/2014

Ficha do personagem
Cargo: Projeção Astral
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum