[FP] - Theodore E. Lemuel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] - Theodore E. Lemuel

Mensagem por Theodore Lemuel em Ter Set 30, 2014 10:16 pm


     

     
Theodore Albertch Lemuel

     
17 anos
Masculino
Feiticeiros
Poderes: Ilusionismo
Um pequeno choro melodioso num gabinete hospitalar. É desta bela maneira que começa a história de Theodore Lemuel, filho de Anabelle Albertch e Joseph Lemuel, ambos artistas no ramo da música. Assim como a sua mãe o garoto tinha olhos castanhos avelã, que se misturavam com os tons esverdeados secos dos olhos do pai. A sua pele branca e suave como a neve contrastavam com o cabelo castanho e as maçãs rosadas do rosto.
Desde muito pequeno que Theo foi instruído na música clássica, aprendendo a tocar piano de cauda com o seu avô paterno, um dos maiores pianistas da sua época. Era realmente um orgulho ver aquele menino tocar, toda a sua emoção transparecia nas faces do público, embalando os seus ouvidos na sua bela e relaxante melodia.
Com apenas oito anos já participara nos maiores concursos de música do seu país, ganhando o primeiro lugar em todos por que passava. Parecia até que a sua música era... mágica.

Foi quando tinha os seus 14 anos que tudo ficou mais claro. Era uma tarde húmida, o céu estava nublado e havia pouco ruído na rua. Theodore acabava de apertar o seu papillon ao pescoço, passando as duas fitas por baixo do colarinho da camisa branca e vestindo o seu blazer negro por cima. Com leves passos descia as escadas, indo ter com os seus pais que estavam sorridentes e orgulhosos como sempre. Pressionando a maçaneta da porta esta abria-se, dando passagem para o carro que levaria a família até ao próximo concerto do garoto, na capital da Alemanha. Após algumas horas viajando finalmente chegavam ao auditório onde o pequeno tocaria. Era aparentemente um espaço antigo mas com muito boa acústica, pois com um simples pressionar de uma tecla o som era ouvido nas cadeiras mais afastadas do palco principal.
A hora finalmente chegara. Passos podiam ser ouvidos no chão de madeira que compunha o palco, e lá em cima um pequeno menino de olhos esverdeados, com uma partitura branca na mão que andava em direção ao piano, situado no centro do mesmo. Sentando-se na cadeira de estofo vermelho vivo, o garoto colocava a sua partitura acima do teclado. Com um impulso de braços os seus dedos começavam a tocar levemente nas teclas. Petrushka era o nome da peça, composta pelo brilhante compositor Igor Stravinsky. Era por hora a sua peça favorita, pois dava-lhe grande diversão tocar todas aquelas rápidas notas, que se juntavam e criavam uma grande harmonia.
Fechando os seus olhos eqnaunto sentiacada vez mais a música comprenetrar-lhe os ouvidos, Theodore imaginava pequenas marionetas dançando em roda, com passos curtos e serenos ao ritmo do que tocava. O público não podia acreditar no que via... dez pequenas marionetes de aparência semelhante apareciam em volta do piano, com as mãos dadas enquanto dançavam em volta do mesmo. Um leve sorriso podia ser visto na cara do garoto, que aproveitava cada segundo do concerto.
Também o seu avô via aquele espetáculo, com um grande sorriso no rosto. Os pais ao verem aquilo correram para o palco, pegando no garoto e enfiando-o dentro do carro para voltar para casa.

Sem entender o que se passava, Theodore só fazia perguntas acerca da reação dos seus pais. Ao chegarem a casa o seu pai acendeu a lareira enquanto a sua mãe o pegava pela mão e o sentava na poltrona perto da mesma. O seu avô também lá se encontrava. Talvez fosse a hora de lhe contar a verdade... Assim os pais explicaram-lhe que assim como o seu avô, também ele tinha herdado magia e que era na verdade um feiticeiro. Também lhe disseram que seria melhor para ele entrar na Julian Hale Academy, uma escola para pessoas com ele. Todas aquelas informações em tão pouco tempo afetaram o garoto, que se recusou a aceitar aquilo, a aceitar que tinha de desistir do seu sonho por uma simples tolice.
Passados três anos cada vez mais os seus poderes aumentavam, causando alucinações nos seus colegas de escola e até nos seus pais, que foram internados num Hospício por pensarem que estavam loucos. Assim o seu avô tomou a sua costódia e convenceu o neto a entrar na Academia, onde poderia realmente aprender a controlar o seu dom.

Theodore
Alemão
MP


Última edição por Theodore Lemuel em Qua Out 01, 2014 4:07 pm, editado 1 vez(es)

Theodore Lemuel

Mensagens : 2
Data de inscrição : 30/09/2014

Ficha do personagem
Cargo: Ilusionismo
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] - Theodore E. Lemuel

Mensagem por Christopher J. Eberhardt em Qua Out 01, 2014 3:41 pm

Ficha APROVADA
Meus parabéns e bem-vindo ao The Coven. Sua matrícula na Julian Hale Academy foi aceita e seu quarto será o de número quatro que irá dividir com Teddy M. Roussea. Espero que aproveite o jogo no fórum, visando sempre as regras para uma melhor convivência e desempenho. Não deixe de treinar!

_________________

I'm the balance of two worlds.

 
 
 


Christopher J. Eberhardt
Phoenix
Phoenix

Mensagens : 226
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 91

Ficha do personagem
Cargo: Médico
Inventário:

http://newgeneration-tw.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum