[FP] James Hoffstadder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] James Hoffstadder

Mensagem por Tuomas Hoffstadder em Dom Set 21, 2014 5:21 am



James Hoffstadder

20 Anos
Masculino
Feiticeiros
Absorção de Vitalidade
Aleksey nunca realmente quis um filho, na verdade tinha seus próprios motivos para não querer nem mesmo pensar nessa possibilidade. Era um homem bastante diferente para se falar a verdade. Para começar Alek era um feiticeiro, mas nunca foi muito bom, era medroso demais para isso talvez. Seus pais tinham seus mesmos genes e quando pequeno teve toda a oportunidade possível para se tornar bom, mas tinha medo do que seus poderes e de seus semelhantes podiam fazer e portanto nunca se dedicou a aprimorá-los, se afastando completamente de tudo que o conecta-se com esse “mundo mágico”, começando por seus pais, optando por viver isolado em um lugar em que pudesse se sentir o mais “normal” possível mesmo com suas diferenças.

Apesar de tudo, conseguiu o que queria por fim, um trabalho tedioso com um salário razoável, uma casa e uma boa mulher. Rose era tudo que Aleksey poderia um dia ter sonhado para uma esposa. Sempre muito bondosa e carinhosa, o ajudava com as contas e ainda cuidava da casa como podia, além de ser muito bonita. Porém, depois de um tempo juntos, ela viria a querer a única coisa que ele ainda relutava em dá-la, um filho. Ele temia que o garoto herdasse tudo aquilo que ele considerava como uma maldição imposta a ele. Rosalie o entendia, ele não escondia seus motivos da mulher que tanto amava e nem o fato de ser o que ele considerava como aberração, algo com a qual ela nunca concordava. No entanto, por fim, depois de muita insistência, Aleksey concordou com a decisão de sua esposa por fim, temendo a perder.

James nasceu e cresceu como uma criança normal, indo a escola desde cedo, sempre muito dedicado, sempre muito bem recompensado e amado por sua mãe. Embora Aleksey também amasse seu filho, ainda tinha muito receio e nunca demonstrava seus sentimentos por medo de se machucar caso o garoto fosse um feiticeiro, então preferia apenas por ignora-lo tanto quanto podia, mesmo com as repreensões constantes de sua mulher. E assim foi até que o garoto completasse seus 15 anos. Quando o pai do garoto começava a ficar cada vez mais preocupado.

Não tardou para que o maior pesadelo de Aleksey se tornasse realidade. Os poderes de James começaram a se manifestar aos poucos, mesmo que de forma muito discreta, que a paranoia de Alek percebia e isso o preocupava mais do que devia. Rose, por outro lado achava ótimo que tivesse puxado a ele, e embora seu marido insistisse a todo momento em manda-lo para a academia, ela sabia que perderia boa parte da vida do garoto, algo que se recusava a aceitar. O homem ficava mais paranoico a cada dia que se passava, desejando o desaparecimento do garoto mais que tudo, cogitando até mesmo sua morte. Aleksey não mais apenas ignorava o menino como também o tratava com repulsa, o que deixava James com um enorme sentimento de culpa e um certo vazio.

Quando o inverno seguinte chegou, como era de se esperar como em qualquer um, James acabou por adoecer, um simples resfriado como era de costume, uma ou duas vezes por inverno. Porém, dessa vez viria a ser diferente, afinal seus poderes haviam começado a manifestar e nem sabia como controlá-los. Sua mãe lhe trazia sopa quente e passava todo o tempo disponível para cuidar dele como sempre, e como de costume o cobria bem antes de dormir, com um pequeno beijo de afeto, muito comum em algumas famílias, mas que acabou por ser seu vilão aquela noite.

Após aquela simples demonstração de carinho, sua mãe subitamente caiu, desmaiada, causando um estrondo forte que levou Aleksey a entrar correndo no quarto tão rápido como se estivesse esperando por aquilo, com os olhos arregalados, olhando para a esposa, e logo após ao filho com a raiva transparecendo em seus olhos. Se aproximando do garoto com brutalidade, o segurando pelos cabelos e o atirando contra a parede sem nenhum remorso, berrando algo como “O que foi que você fez, seu monstrinho?”. James por outro lado se sentia revigorado e incrivelmente bem, embora em choque por conta de sua mãe, irritando-se ele próprio com Alek por vê-lo indiferente com a situação de sua mãe, e ao invés de socorre-lo atacá-lo como a um monstro. Cerrando os punhos com força, James correu contra seu pai e com raiva e vontade, empurrou-o com força, com um grito desesperado.

“- EU NÃO SOU UM MONSTRO, COVARDE!”

Com uma expressão de espanto, Aleksey foi jogado para trás com violência, seu rosto tendo como destino a tigela de sopa vazia, que se espedaçou em diversas pedaços, cortando seu rosto em diversas partes e em sua garganta um estilhaço fatal. Vertendo sangue de seus cortes, tudo que conseguia era murmurar com olhar apavorado para aquilo que considerou seu pior erro: “Monstro...Monstro...”. Apavorado demais, James não desejava aquilo, sem saber o que fazer teve a única reação que lhe parecia sensata naquele momento. Correr. Sem parar para olhar para trás, deixando sua casa e tudo para trás, apenas com a roupa do corpo, parando apenas quando o cansaço conseguiu o vencer, desmoronando contra o chão. Havia acabado de matar seu pai e provavelmente o mesmo com sua mãe que sempre o apoiara tanto e essas eram as únicas coisas que podia pensar. Mas não era um covarde como seu pai, queria controlar esse poder, queria estar com pessoas iguais a eles e não com pessoas que nem sabiam como era se sentir como ele. Talvez se fosse forte o suficiente poderia ter impedido tudo aquilo. Diferente de seu pai, não iria se afastar, iria aprender a controlar, ganhar poder, e mesmo que soubesse pouco, sabia onde poderia aprender, o instituto ao qual seu pai tanto insistia, era para lá que iria, trilhando o caminho inverso de Aleksey.
James
Inglês
MP

Tuomas Hoffstadder
Kitsune
Kitsune

Mensagens : 3
Data de inscrição : 20/09/2014

Ficha do personagem
Cargo: Time de Lacrosse
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] James Hoffstadder

Mensagem por Christopher J. Eberhardt em Dom Set 21, 2014 2:51 pm

Ficha APROVADA!
Meus parabéns! Eu particularmente amei a sua ficha, a história foi totalmente criativa, bem elaborada e dentro dos padrões da trama do fórum. Muito boa mesmo! Sua matrícula na Julian Hale Academy foi aceita e seu quarto será o de número três, divido com um parceiro que terá em breve. Seja bem-vindo e espero que aproveite o jogo, sempre visando as regras!

_________________

I'm the balance of two worlds.

 
 
 


Christopher J. Eberhardt
Phoenix
Phoenix

Mensagens : 226
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 91

Ficha do personagem
Cargo: Médico
Inventário:

http://newgeneration-tw.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum